Início

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Skater Boy - Capítulo 16


Sábado de manhã, ouço um grande coro de aleluia mentalmente. Amava medicina, mas faculdade é faculdade em qualquer lugar, e nada como um final de semana para curar toda a ressaca universitária de livros científicos.
Como de costume, tomei o café da manhã com minha mãe e meus irmãos. Justin foi o primeiro a terminar, foi correndo para a pista de skate, sem ao menos esperar que eu conseguisse o dinheiro com a nossa mãe.
Não tinha sobrado nenhuma alternativa além de levar o dinheiro, que eu quase implorei de joelhos para mamãe dar, até Justin. Odiava ter que ir até o clubinho dos skatistas, até porque Joseph estaria lá.

Mas a grande surpresa do dia estava por vir.

Estacionei o carro de frente para o prédio de Joe, e atravessei a pé a rua até a pista. Justin estava conversando com Zac do lado direito, e pude ver qual era o assunto deles: Joseph. Lá estava ele, fazendo manobras em cima do skate na pista. Demorei alguns segundos até reconhecê-lo, e mais alguns de boca aberta com suas habilidades. Ele tinha motivos para se gabar. Nunca tivera visto alguém conseguir fazer tudo aquilo, nem mesmo Justin.

Joseph estava vestindo uma calça preta até que justa, uma blusa branca talvez algum número maior que ele e um vans preto. Nada de extraordinário. Porém o jeito que ele lidava com as manobras, a agilidade de seus pés e seu jeito de passar pela rampa próxima de mim; fizeram com que eu ficasse encantada por ele. Quem sabe se Joseph Jonas não fosse tão arrogante, poderia ser um delírio para mim? Mas não podia negar que ele era um incrível skatista.

Juntei forças para poder parar de olhar para Jonas, indo até Justin, que não parecia estar tão impressionado quanto eu.

- Consegui o dinheiro. Se você não comprar a merda que você precisa, e gastar o dinheiro com outra coisa, eu não te dou mais dinheiro -Justin ficou olhando para mim, assustado, e então, pegou o dinheiro da minha mão.
- Achava que você nunca mais viria para cá.
- Você precisava do dinheiro, não?
- Oi, Lovato -Zac se intrometeu, me puxando para um abraço- Há quanto tempo!

Zac era lindo. De verdade. Sem blusa, com a calça folgada, aparecendo até uma pequena parte de sua cueca. Contudo, o que mais atraía nele eram seus olhos; tão azuis. Daria toda a moral para Ashley se ela quisesse ficar com ele.

Desconfortável com o contato físico repentino, me afastei um pouco dele depois do fim de nosso abraço.

- Olá, Zac. Treinando muito hoje?
- Sempre, o campeonato regional está chegando, é o primeiro passo para um estadual de grande porte -ele sorriu, orgulhoso.
- Que bom -virei para Justin, que estava apenas observando os movimentos do Joseph- Just, preciso falar com você.
- Agora? -ele soou como uma criança que não quer tomar banho porque está assistindo seu desenho animado predileto.
- Agora -afirmei, fazendo-o bufar.

Sem nem me despedir de Zac, puxei Justin para perto de onde vários skatistas estavam recolocando rodinhas em seus skates. Pelo menos ali ninguém estava a fim de saber sobre nossa conversa.

- Que foi? -Justin falou, quando eu soltei ele.
- O que você fez com a Jennifer?
- Sério que isso não poderia esperar até quando eu chegasse em casa? Não posso perder tempo com isso, e muito menos com vocês -ele revirou os olhos. Tive a breve vontade de mandar ele pro inferno.
- Fala logo, garoto.
- Só dei o fora nela, está bem? Não fui grosso, nem nada disso, pode até perguntar à ela. É só que eu não quero isso agora, não quero namorar. Minha vida já está tão cheia entre aqui e a faculdade que nem tenho espaço para uma garota. Você sabe como a Jennifer é uma boa pessoa, não posso fingir para ela que eu tentarei ser um bom cara.

Fiquei surpresa com as palavras dele. Pensava que ele falaria que ela não é o tipo dele ou algo assim, até porque Justin sempre a rejeitara. Mas, até que meu maninho tinha coração, algo que eu sempre achei que era feito de pedra.

Voltei contente para o carro, Justin estava passando tempo de mais com caras como Joseph, e mesmo assim, ainda era o mesmo garoto que eu vivi a vida inteira: se importa com as outras pessoas mas não demonstrava.

Mas mau eu sabia que Joseph Adam Jonas mudaria o pensamento de meu irmão. Que faria com que ele fosse tão escroto como o próprio.

5 comentários pro próximo ;) Ah galerinha, está bom assim ou vocês querem mais cenas jemi, nemi, jelena, nelena?

5 comentários:

  1. Jelena e jemi urgente *--* a e nemi tmb to doida pra ver a treta desse trio kkkk posta logo bjs bjs

    ResponderExcluir
  2. Jemi e nemi esse trio é fantástico posta logo

    ResponderExcluir